visualizações semanais

sexta-feira, 8 de fevereiro de 2013

eu erro, tu erras, todos erramos

aquele momento em que nos vimos obrigados a dar o braço a torcer e admitir que cometemos erros graves é no mínimo constrangedor, mas no fim é um peso tirados das costas. já não há nada escondido ou algo  por resolver. O pior é que após uma mentira qualquer pormenor é sujeito a duvida!

5 comentários:

  1. mais vale dar o braço a torcer do que estarmos sempre a pensar e preocupados com determinada coisa. :s strength!

    ResponderEliminar